Bengalim da India

 photo 6516896_zpse7941e72.png

Nome científico
Amandava amandava

Origem
Sudoeste Asiático

Distribuição
Índia até o sul da Ásia e Malásia

Família
Estrildidae (Estrildídeos)

Comportamento  
É uma ave sociável com as todas as outras, excepto próximo do ninho com as da sua espécie. Esta é a única espécie de tentilhão exótico em que os machos apresentam uma plumagem especial, exibida apenas durante época de acasalamento. Nesta altura a cabeça e o peito do macho tornam-se vermelhos com pintas brancas. Fora desta época, machos e fêmeas assemelham-se.


Alojamento  
Em viveiro médio de 2mX1mX50cm, e tanto melhor se o chão for em terra húmida, ou a gaiola de interior de 40/50cm.


Alimentação:
É uma ave essencialmente granívora, mas, durante a criação é necessário ter normalmente bichos da farinha ou pequenos insectos à sua disposição.

Reprodução
Criam durante a Primavera e o Verão, durante a época de reprodução são bastante territoriais, não deixando outras aves aproximarem-se do seu ninho.
Criam bem, em grandes ou médios viveiros por norma 4 ou 5 filhos.
Existem em quantidade considerável e são fáceis de conseguir.

Ninho  
Caixa de ninho semi-aberta, com vegetação, fibra de coco, pequenos ramos e desperdício. Gostam de fazer o próprio ninho, o que não é aconselhável. Quando estiver pronto não fornecer mais matéria, pois pode continuar a construir por cima dos ovos. Um ninho de juta ou sisal em forma de túnel, mais um pouco de desperdício para aves, também pode ser usado para a postura dos futuros ovos.


Identificação sexual:
Depois de adultos, o que acontece aproximadamente ao ano de idade, o macho em época de criação, na primavera e no verão tem por todo o corpo a cor avermelhada muito mais intensiva que a fêmea.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...